domingo, 23 de dezembro de 2012

A busca Zen

     A minha inspiração para o fim desse ciclo e início do próximo, está no “Dalai Lama_Tenzin Gyatso". A filosofia Zen Budista, sempre me inspirou a deixar minha espiritualidade ativa. Religião geralmente implica em crenças cegas e fé deslumbrada. E fé, em meu humilde ponto de vista, nada mais é do que um pensamento positivo. E um pensamento positivo, é na verdade energia. Eu acredito profundamente em energia e na reflexão de nossos próprios pensamentos para mudanças internas que façam diferenças externamente. Através do condicionamento de nosso amor, compaixão e bondade esta filosofia me ajuda a lidar melhor com meus sentimentos e minha visão se torna cada vez mais expansiva dentro de uma boa conduta e jornada espiritual. Ela permite que eu olhe para todos os meus pontos negativos de maneira aberta, sem escondê-los: minha raiva, minha tristeza , minha dor. Não camuflar estas emoções me ajuda a trabalhar a minha verdade: a sinceridade com a qual mantenho a minha conduta. Porém, o propósito de não esconder estes sentimentos, está justamente na transformação destes, para o lado positivo. Não escondê-los mas trabalhá-los de maneira a modificá-los com o propósito maior que resultará na paz interior. E a paz interior é de todas, a minha maior busca. Sobretudo, sempre na proteção de meus amparos.