sábado, 20 de julho de 2013

Os seus sorrisos mais bonitos

Para aqueles os quais confessei os meus segredos mais íntimos, mais doloridos, mais felizes, os meu "pecados" mais sombrios, mais escondidos e dividi minhas explosões interiores mais emocionais, meus sentimentalismos familiares e minhas confissões sexuais não convencionais, é a quem dedico este breve texto hoje.

Pessoas com as quais compartilhei (compartilho) os momentos mais terríveis e mais lindos, a minha luz e a minha escuridão, o fundo do poço em minhas tristezas choradas e a escalada morro acima para a felicidade. Pessoas que já contribuíram para a minha vida seja com sua ajuda, seja com seu amor, seja com sua atenção, seja com um tempo disponível para uma audição ou para uma leitura de meus extensos e-mails. Pessoas as quais faço questão de pedir conselhos, porque suas falas são importantes para a direção que penso seguir. Nem em períodos afastados, outros sentimentos apagariam estas pessoas do meu coração - tudo o que fica adormecido desperta no tempo certo. Elas tem uma importância insubstituível dentro de meus dias. Cada uma com o seu brilho e época diferente. Cada qual com o seu tempo.

No entanto, não estou diminuindo aqui, a  importância das muitas outras pessoas que fui conhecendo em minha jornada, pessoas lindas e cheias de luz, cheias de alegria, cheias de coisas boas para oferecer, cheias de abraços, de cuidados, de carinho, que se tornaram amigos queridos, cada um por uma circunstância diferente, com sua fatia de bondade, de beleza interior.

É que com estas pessoas em específico, consigo falar sem camuflar o que sinto, consigo me despir nas palavras sem nada a esconder. Minha fala sai solta, sem pudor, sem julgamento. Posso ir direto ao ponto, sem rodeios, sem vergonha, sem medos. Elas entendem o que talvez outras pessoas não compreenderiam. Foi com elas (e são com elas) que dividi (divido) meus pensamentos mais insanos e minha aura mais elevada. Com elas, posso ser todos os meus "eus".

Eu espero que nesta jornada em que estivemos juntos - no passado ou no presente - eu também tenha conseguido retribuir seja com a minha ajuda, seja com o meu amor, seja com a minha atenção, seja com um tempo disponível para uma audição ou na leitura de seus e-mails. Amizade é troca, sempre será genuínas trocas. Sou muito grato a todas as experiências que tivemos, que ainda temos e que retornaremos a ter quando a estrada da distância diminuir a lacuna para o novo abraço - que iniciará tudo outra vez.

Pela aceitação e respeito por minhas escolhas na vida e pelo amor, pela doação, ajudas e principalmente pelas alegrias que passamos juntos, amo cada um de vocês. Em meu silêncio habitam todas as nossas falas e imagens dos seus sorrisos mais bonitos.

Se cuidem na vida e estejam sempre em liberdade.

Espero encontrá-los bem e amando a si próprios.

Helen
Rafa


                         
Márcia
 
Adri
 
Marcos

Nenhum comentário: