segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Tristeza passageira

       O Budismo me ensinou que todos os estados emocionais pelos quais passamos é passageiro, seja a felicidade, seja a angústia... Passei as últimas semanas em um estado pleno de boa felicidade, com uma nova perspectiva da vida e com minha energia emergindo de forma positiva. Há dois dias este estado - então passageiro - ficou para trás e a minha negação as coisas que sinto voltaram junto com  a ideia de que preciso me manter afastado. Absolutamente, esta minha "entorpecência" nas relações me leva sempre a um caminho de solidão. Me sinto inadequado em meu corpo.
       ...
       Esperando este estado, também passar.